Solicite uma proposta

Blog

Ensaios Femininos – Luísa: tão linda e tão perfeita!

Categoria: Sem categoria

Quando eu digo, muita gente me questiona, mas raramente uso photoshop nos ensaios femininos que produzo. Isso é ser ultrapassado? É por desconhecimento da ferramenta? Nada disso. É minha forma de ser o mais honesto possível com as mulheres que me contratam e com o que eu acredito. Veja bem, meu trabalho tem como objetivo mostrar a uma mulher o quanto ela é bonita e única. Sendo assim, que sentido faria apagar celulites, retirar as rugas, suavizar marcas de expressão, reduzir os seios, aumentar os glúteos ou emagrecê-la???

   

Se eu faço isso, estou enganando essa mulher. Pior: é como se eu dissesse que ela não é bonita e que precisa ser retocada para ficar bem. A fotografia, para mim, é uma forma de captar a beleza e essência de uma mulher, valorizando seus atributos, destacando o que ela mais gosta, sem se seja necessário apagar nada – mesmo que a cliente peça, pelo amor de Deus para você “dar um jeito nela no Photoshop”.

O que faço é bem diferente de uma publicidade, por exemplo, que visa produzir um efeito de convencimento para o consumo de determinado bem ou serviço… A propaganda não me apresenta a Carla, a Joana, a Sabrina… ela me apresenta um modelo de mulher, um perfil X ou Y. E, se dentro desse perfil, as estrias não são bem vindas, mas a modelo as tem, o photoshop se torna super útil. E é uma ferramenta fantástica.

Mas, o meu foco é a mulher que me contrata. É pra ela que o ensaio feminino é feito e é ela que tem que ficar satisfeita. E tenho certeza de que o que essa mulher espera não é um protótipo, um modelo, mas ela mesma, linda exatamente como é. E, se há algo no corpo dela a incomoda, cabe a mim dirigi-la , enquadrá-la e construir uma luz que valorize e chame a atenção para os seus atributos e os aspectos que mais gosta.

E a lindíssima moça que aparece nas fotos desse post é meu maior exemplo de como isso é possível. Quando a Luísa fez esse ensaio, tinha passado por uma cirurgia de redução de estomâgo e já havia perdido muito peso. Só que ela ainda não tinha feito a retirada do excesso de pele que ficou. E ela não queria esperar. E por que deveria? Ela estava se sentindo extremamente bonita, estava super bem consigo, com a autoestima nas alturas. Certamente, o excesso de pele gerava um certo incômodo, porque ela via isso como algo provisório. Mas, era um mero detalhe diante de uma mulher tão linda e deslumbrante.

E o que eu fiz? Exatamente o que ela buscava. Mostrei à Luisa o quanto ela é linda, suave, sexy e apaixonante. E fiz isso sem precisar mostrar o que não a agradava e melhor: sem que ninguém percebesse que esse algo existia. Quem vê as fotos não enxerga qualquer defeito na Lu. Só enxerga o quanto ela é plena e consciente de sua beleza. E me dá enorme satisfação quando penso que, toda vez que revisitar essas fotos, ela vai saber que aquela é ela verdadeiramente que está ali.

E OLHA O DEPOIMENTO DA LUÍSA:

Participar de um ensaio fotográfico com Alex foi uma experiência única, algo que definitivamente influenciou a minha maneira de me enxergar como mulher, me perceber, minha autoestima, etc.

Alex me mostrou a beleza existente em todas as mulheres, inclusive em mim, o que pode ser facilmente percebido através de suas lindíssimas fotos. A beleza feminina é única e espetacular, contida na essência e nas singularidades de cada uma de nós.

Os padrões de beleza opressores sob os quais vivemos tentam moldar um modelo único de mulher bela: branca, alta, magra, cabelo liso. O trabalho de Alex é também político na medida em que ajuda a desconstruir a beleza padronizada. Através de suas lentes, na contramão do padrão capa de revista, me descobri uma Luísa mais confortável consigo mesma, mais feliz com seu corpo e mais foda-se para beleza padronizada.

Tenho certeza que a fotografia de Alex foi transformadora nesse sentido para tantas outras mulheres, como foi para mim. E por isso, querido Alex, meu muito obrigada !”

Comente aqui!

Seu comentário é muito importante para nós. Separador

Olá, podemos conversar?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o nosso trabalho, é hora de agir!