Um acidente que quase pôs o casamento a perder! Fotografia de Casamento

 alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0024

Fotografia de Casamento

Casamento agendado, tudo acertado, fornecedores contratados, casal super apaixonado, os mínimos detalhes organizados. Pronto. Chegou o dia e agora era o momento de viver as emoções e expectativas que o dia do casamento reserva aos noivos, pais, famílias, amigos e aos próprios profissionais que estão ali para que tudo aconteça.

 #Soqnão! Um acidente na estrada transformou qualquer ansiedade, por menor que fosse, em desespero total. Felizmente, não havia nenhum parente ou conhecido dos noivos envolvido. Só que uma carreta tombou na estrada e fechou qualquer acesso à cidade.

A Nat e o Fred se casaram no Serro em MG e a estrada que dá acesso à cidade é de pista única e é a única que poderíamos usar vindo de Diamantina. A questão é que estávamos a uns 20km de distância, quase chegando, mas ficamos parados antes do acidente e sem ter como passar. Mesmo tendo saído com muita antecedência de Diamantina, no processo de retirada da carreta do local, fecharam as duas pistas e ninguém conseguia sair ou chegar (até as 21 horas).

 Fazer o que nessa situação? Bom, os noivos não têm culpa do ocorrido e me contrataram para estar com minha equipe fotografando do making of ao fim da festa. Então, o que fiz foi literalmente abandonar o carro em um canto qualquer na estrada, colocar as mochilas na costas (uns 15kg de equipamento), mais tripés, mais os banners de fotos dos noivos e pé na estrada. E lá fui eu com minha equipe andar mais de 10 quilômetros com um sol de rachar na cabeça, de roupa preta e sapato social. Sim, 10 quilômetros que pareciam intermináveis.

 Depois de dez quilômetros, conseguimos uma carona para terminar de chegar na cidade. Aí parte da equipe foi fazer o making of do noivo e eu e minha assistente fomos para o making of da noiva. Cheguei todo suado, morrendo de cansaço, mas na hora combinada, estava lá. E, certamente, a noiva ficou um pouco mais aliviada.

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0005

Só que os problemas não estavam resolvidos. Afinal de contas, nem todos os fornecedores tinham condições de fazer o que eu fiz. Não dá para carregar coisas de decoração, do buffet ou da banda nas costas como eu e minha equipe fizemos. E, praticamente todos eles, estavam antes do acidente. Então, para que ter tanto esforço para chegar no horário marcado se boa parte das equipes poderia não chegar ou levar muito tempo?

Primeiro, porque eu tinha um compromisso com os noivos e eu tinha como prestar meu serviço, apesar do acidente. Segundo, porque a cerimônia religiosa poderia acontecer independente da festa. E, terceiro, e para mim o mais importante: para os noivos, especialmente a Nat, ter a presença dos fotógrafos, era sinal de que todas as equipes e convidados estavam se empenhando ao máximo para que o casamento acontecesse. Além disso, ainda me ocupei de tentar distraí-la um pouco de toda aquela confusão.

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0009

E a partir daí o que aconteceu? Depois de algumas horas a estrada foi finalmente liberada e o pessoal pôde passar. Obviamente que o casamento atrasou muito. Mas o mais legal é que todo mundo se empenhou ao extremo, um foi ajudando o outro, o padre foi super compreensivo e o casamento e a festa aconteceram! E foi simplesmente incrível quando a Nat entrou na igreja. Todo mundo muito, muito, muito feliz, aliviado e com a certeza de que “era pra ser”!!!

Confira agora algumas fotos desse dia improvável e especialíssimo:

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0014

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0015

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0027

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0034

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0038

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0047

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0044

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0050

alex_stoppa_casamento_natalia_e_fred0053

Equipe de caminhada

Alex Stoppa e Antonio Russilo

Tainara Valverde e Erica Castro

Ensaios Femininos – Luísa: tão linda e tão perfeita!

alex_stoppa_retratos_femininos_luisa-14-14

Quando eu digo, muita gente me questiona, mas raramente uso photoshop nos ensaios femininos que produzo. Isso é ser ultrapassado? É por desconhecimento da ferramenta? Nada disso. É minha forma de ser o mais honesto possível com as mulheres que me contratam e com o que eu acredito. Veja bem, meu trabalho tem como objetivo mostrar a uma mulher o quanto ela é bonita e única. Sendo assim, que sentido faria apagar celulites, retirar as rugas, suavizar marcas de expressão, reduzir os seios, aumentar os glúteos ou emagrecê-la???

alex_stoppa_retratos_femininos_luisa-13-13

Se eu faço isso, estou enganando essa mulher. Pior: é como se eu dissesse que ela não é bonita e que precisa ser retocada para ficar bem. A fotografia, para mim, é uma forma de captar a beleza e essência de uma mulher, valorizando seus atributos, destacando o que ela mais gosta, sem se seja necessário apagar nada – mesmo que a cliente peça, pelo amor de Deus para você “dar um jeito nela no Photoshop”.

O que faço é bem diferente de uma publicidade, por exemplo, que visa produzir um efeito de convencimento para o consumo de determinado bem ou serviço… A propaganda não me apresenta a Carla, a Joana, a Sabrina… ela me apresenta um modelo de mulher, um perfil X ou Y. E, se dentro desse perfil, as estrias não são bem vindas, mas a modelo as tem, o photoshop se torna super útil. E é uma ferramenta fantástica.

alex_stoppa_retratos_femininos_luisa-4-4

Mas, o meu foco é a mulher que me contrata. É pra ela que o ensaio feminino é feito e é ela que tem que ficar satisfeita. E tenho certeza de que o que essa mulher espera não é um protótipo, um modelo, mas ela mesma, linda exatamente como é. E, se há algo no corpo dela a incomoda, cabe a mim dirigi-la , enquadrá-la e construir uma luz que valorize e chame a atenção para os seus atributos e os aspectos que mais gosta.

E a lindíssima moça que aparece nas fotos desse post é meu maior exemplo de como isso é possível. Quando a Luísa fez esse ensaio, tinha passado por uma cirurgia de redução de estomâgo e já havia perdido muito peso. Só que ela ainda não tinha feito a retirada do excesso de pele que ficou. E ela não queria esperar. E por que deveria? Ela estava se sentindo extremamente bonita, estava super bem consigo, com a autoestima nas alturas. Certamente, o excesso de pele gerava um certo incômodo, porque ela via isso como algo provisório. Mas, era um mero detalhe diante de uma mulher tão linda e deslumbrante.

  alex_stoppa_retratos_femininos_luisa-7-7

E o que eu fiz? Exatamente o que ela buscava. Mostrei à Luisa o quanto ela é linda, suave, sexy e apaixonante. E fiz isso sem precisar mostrar o que não a agradava e melhor: sem que ninguém percebesse que esse algo existia. Quem vê as fotos não enxerga qualquer defeito na Lu. Só enxerga o quanto ela é plena e consciente de sua beleza. E me dá enorme satisfação quando penso que, toda vez que revisitar essas fotos, ela vai saber que aquela é ela verdadeiramente que está ali.

E OLHA O DEPOIMENTO DA LUÍSA:

Participar de um ensaio fotográfico com Alex foi uma experiência única, algo que definitivamente influenciou a minha maneira de me enxergar como mulher, me perceber, minha autoestima, etc.

Alex me mostrou a beleza existente em todas as mulheres, inclusive em mim, o que pode ser facilmente percebido através de suas lindíssimas fotos. A beleza feminina é única e espetacular, contida na essência e nas singularidades de cada uma de nós.

Os padrões de beleza opressores sob os quais vivemos tentam moldar um modelo único de mulher bela: branca, alta, magra, cabelo liso. O trabalho de Alex é também político na medida em que ajuda a desconstruir a beleza padronizada. Através de suas lentes, na contramão do padrão capa de revista, me descobri uma Luísa mais confortável consigo mesma, mais feliz com seu corpo e mais foda-se para beleza padronizada.

Tenho certeza que a fotografia de Alex foi transformadora nesse sentido para tantas outras mulheres, como foi para mim. E por isso, querido Alex, meu muito obrigada !”